marketing da NET está melhor

Tem um artigo aqui no site que diz que o atendimento da NET é uma merda. Pelo número de comentários apoiando, há algum senso na afirmativa, apesar de um tanto chula. Mas a NET melhorou. Pelo menos, está mais esperta. A começar pelos anúncios. Desapareceu com o “babuska” (ou palavra parecida) que era chato, pouco intelegível e antipático. Como propaganda negativa, era insuperável. Já o anúncio do novo produto de filmes on line, o NOW, é lindo. São belas imagens, com controle de foco sofisticado e uma música de fundo que fica rodando na nossa cabeça quando termina o anúncio. Bem, deixa eu contar pra vocês o que me levou a considerar a afirmação do título desse artigo.

O serviço da NET me ligou outro dia para dizer que os assinantes reclamavam de que a empresa oferecia planos de assinatura para os novos clientes melhores do que aqueles dos clientes antigos. Sendo assim, a NET, magnânima (a moça do televendas não disse assim), oferecia mudar meu plano para alta definição, aumentando também a velocidade da banda larga, isso tudo por apenas R$2 de aumento no custo mensal. Perplexidade! Quanta gentileza. Como gato escaldado que sou com esta empresa de tevê por cabo, fiz pequeno interrogatório para saber onde estava a casca de banana. Não achei. Aceitei com uma pulga atrás da orelha.

A explicação veio mais tarde. Parece que a NET está apenas sendo esperta e acho que desta vez não está sendo sacana. O motivo da generosidade está na competição disparada pela chegada do novo serviço de compra de filmes pela internet, que chegou ao Brasil por esses dias. Trata-se do Netflix. Perante o surgimento de um concorrente forte na área, algum gênio de marketing da empresa sacou que poderia tirar proveito da base de clientes e ampliar a conveniência de alugar filmes pela NET simplesmente proporcionando o acesso de antigos assinantes ao serviço em HD, juntamente com a disponibilização de uma banda mais rápida. É uma sacação! Não é que a ideia funciona. Testei o serviço. A variedade de oferta de filmes não é lá essas coisas, mas como está ali, ao alcance de um botão, a gente fica tentado a usar muito, e usa. Até porque eu me enquadro no grupo que não acha muito interessante baixar filmes piratas, com legendas macetadas, na pura ilegalidade.

Resumo da história: a NET vai ganhar grana (paguei R$9,99 para ver o primeiro filme) e vai tirar proveito de já estar estabelecida e com grande clientela. A competência dos caras trouxe até um pouco de simpatia minha para a empresa. Olha que isso não é pouca coisa não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.