Ipanema e Leblon não precisam de estações do metrô

A afirmação do título é radical, mas faz sentido. Pra quê a estação? Se não houvesse o trânsito de carros vindos da Barra, a ida de carro para o Centro de manhã seria rápida enquanto apreciaríamos a magnífica paisagem de nosso litoral. Ipanema e Leblon estão saturados e não precisam fornecer mais opções de transporte para a população vir para estes bairros. Entulhar a região de gente desembocando de estações do metrô só piora a qualidade do bairro e o valor de morar ou ter comércio por ali.

O Rio deveria ter outras prioridades. O metrô carece de ter uma via alternativa à original, por exemplo, seguindo pela Mem de Sá em paralelo à Presidente Vargas. Esta nova linha deveria ter um prolongamento que atingisse a Barra, para permitir que o povo da Zona Oeste não precisasse vir de carro para o Centro. Aliás, este metrô iria desafogar o tráfego de carros em Ipanema e Leblon diminuindo a importância de construir as das estações que eu considero desnecessárias. Esta linha também aumentaria a capacidade de tráfego para atender os subúrbios do Rio, onde a população mais humilde tem necessidade de bom serviço de transporte.

Por que o governo do Estado não faz este belo raciocínio de investir em zonas mais carentes do que os bairros mais ricos do Rio? Huum? Me disseram que é porque já há um contrato com a construtora que fez a obra até Ipanema, assim, não é preciso licitar mais nada, basta mantê-la tocando as obras. Ah, entendi. Ao que parece, a discussão não passa pelo que poderia ser melhor para a população. Como sempre, passa pela conveniência em continuara a dar a grana para uma empresa poderosa. Nesse caso, o Cabral nem está dando para a Delta, de seu amigo Cavendish.

Então vai ser isso mesmo. Destruir a Praça N. S. da Paz por anos, gerar um tumulto em um bairro que não precisa desse bilhão de reais (é muita grana!), deixando de atender outras áreas prioritárias da cidade, tudo isso para garantir que o dinheiro vá para o bolso certo. Viva Sergio Cabral. Esse aí não tem problema. Quando quiser conforto, vai andar de metrô em Paris. Eta palhaçada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.