como se proteger da bebedeira de fim de ano? ou o ano todo? o fígado agradece.

Eu havia criado um método simples e objetivo de diminuir o ritmo da bebida. A regra é: “Se você bebeu ontem, não beba hoje.” Notem que não vale dizer: – estou há muito tempo sem beber e bebi somente ontem. A regra é clara: Bebeu num dia, não pode beber no outro. Meu método tem seus defeitos. Como fazer no fim de semana? Beber na 6a-feira e não beber no sábado, ou beber no sábado e não beber no domingo é pouco operacional. Na verdade, quando pegamos embalo nos drinques, fica difícil interromper. Bem, esse era exatamente o objetivo do método “dia sim. dia não!”.

A nova moda é tirar o mês de janeiro para poupar o organismo da bebida alcoólica. É um sofrimento para os bebedores, mesmo para aqueles que não bebam muito. E mais, o efeito não justifica o sacrifício. Isso porque o método não diz nada sobre o resto do ano. O sujeito pode meter o pé na jaca nos outros onze meses e destruir a saúde.

Um artigo do site Quartz.com traz uma sugestão melhor: “Tire dois ou três dias seguidos de abstenção toda semana.” É boa tática para dar folga ao fígado. Isso porque o fígado leva 24 horas para se recuperar do consumo de álcool. Segundo The British Liver Trust o esquema de dar uma trégua no mês de janeiro não produz o resultado esperado de proteger o fígado no longo prazo. A matemática confirma que dois ou três dias sem álcool por semana resultam em de 100 a 150 dias livres do álcool no ano, no lugar dos 31 dias do mês de janeiro.

O início de 2014 é o momento para escolher o método preferido e acrescentar às suas determinações para o ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.