Bazzar

atenção: o restaurante comentado já fechou, ficou a história … mas tem um novo Bazzar em Ipanema, na Barão da Torre, e um Café Bazzar no Centro

Av. Epitácio Pessoa, 1010. Lagoa. (ver mapa)

A reta da Lagoa, do lado de Ipanema, está cheia de casas antigas e algumas mais novas, que confirmaram a vocação da região para abrigar boas opções na noite do Rio. Sábado, dia dos namorados, conseguir uma mesa era missão difícil em qualquer lugar. Tentar o restaurante Bazzar, casa da moda no Rio, era ainda mais complicado. Mas, quem não arrisca, não petisca! Conseguimos a mesa. Vamos aos petiscos.

O charme desse lugar da moda é inquestionável. A decoração impressiona pelo bom gosto. A seqüência de pequenos ambientes começa com um avançado coberto, com mesas para se aguardar e, é claro, observar e ser notado. O bar é bonito e tem lugares no balcão para se bebericar. Em cima, encontramos as mesas para as refeições. A iluminação é suave, o som também, e combinam perfeitamente com a decoração. Houve competente premeditação profissional. Resumindo: um acerto.

A casa estava recheada com os namorados e os nem tanto. Todos mostrando que o dinheiro é pouco no país, mas quem tem está gastando com qualidade. Os freqüentadores estão na faixa entre o chique e o exótico. Algumas excentricidades, como moças com o torso tatuado ou uma senhora com maquiagem ousada, de rosto esbranquiçado e cabelos negros, num extravagante estilo Família Adams. Mas, não se preocupem, a maioria dos comensais pertence mesmo ao estrato rico conservador.

Atenção, Polemikos também é serviço de utilidade pública! Minha juventude me protege desse problema, mas com o passar dos natalícios, cada vez fica mais difícil aos meus amigos a leitura dos cardápios. É que as letras parecem estar diminuindo ou a tinta está mais rala ou já está todo mundo apresentando alguns graus de presbiopia. Ansiamos pelo primeiro restaurante piedoso que vai disponibilizar cardápios com letras grandes para os velhinhos. Outra solução caridosa é manter um jogo de óculos para as vistas cansadas que tentam escolher seus pedidos. Socorram-nos!

A carta de vinhos do Bazzar é ampla e tem o que se praticar. A visão das garrafas descansando, na sala do segundo andar, antecipa o prazer que o competente inverno carioca está oferecendo. Mas, como o bolso atua cada vez mais sobre meu paladar, fiquei com um seguro Valpolicella, R$50,00.

Como entradas, o Bazzar oferece saladas originais, com boas combinações de verdes, queijos e frutas. A apresentação também tem o belo toque de um decorador. As carnes, às quais excursionamos dessa feita, também se combinam com queijo de cabra ou brie produzindo experiências saborosas. Uma recomendação é a porção de lulas fritas que vem com um molho adocicado que empresta novas possibilidades ao fruto do mar. Delícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.