Arquivo de etiquetas: mulheres

Lidia Brondi na Playboy

Lidia Brondi havia sumido. O nome sonoro me lembrava de alguma atriz da Globo, mas eu não sabia que apito ela tocava. Uma reportagem do Caderno de TV de O Globo esclareceu o mistério. Tal qual um mágico biscoito madeleine, resgatou a imagem da bela atriz que saiu de cena há um bom tempo. Ela está hoje quieta e casada com o ator Cássio Gabus Mendes. Depois da memória desatada, detalhes sobre a moça foram chegando. Lidia Brondi marcou os adolescentes e os nem tanto pela sua performance surpreendente nas páginas de uma edição de Playboy de 1987. Naquela época, de repente, a moça recatada aceitou o desafio (e, é claro, o cachê) e fez ousado ensaio fotográfico na revista masculina. As maravilhas da internet nos permitem ter acesso às fotos do ensaio. Continuar a lerLidia Brondi na Playboy

Mélanie Laurent

Estava vendo Bastardos Inglórios. No filme, o diretor Quentin Tarantino sempre filma a judia Shosanna de perto, mostrando seu belo rosto. A beleza de Mélanie enche a tela. Me deparei com outro filme estrelado pela bela. Trata-se de “Não se preocupe, Estou bem!”, de 2006. Talvez tenha sido ali que Tarantino tenha selecionado a moça para seu filme ganhador do Oscar. A escolha foi acertada. Mélanie também povoa nosso site e imaginação. Boa menina.

Aldir e o Barraco de Sorocaba

O texto que saiu hoje em O Globo, do grande compositor Aldir Blanc é meio embaralhado. Ele parece que está escrevendo sua diatribe (Polemikos também é vocabulário!) transbordante sobre o sempre criticável estado das coisas. Aldir deambula pelos assuntos metendo o pau, como se dizia, nos sinais aparentes de que a sociedade é uma merda e piora a cada dia. Acho que Aldir estava num dia de mau humor. Ele atira em Pimenta das Neves, bom alvo, ícone da impunidade nacional, que não devemos deixar ser esquecido. Mas comenta também um caso que eu, pouco antenado, deixara passar. Trata-se do Barraco de Sorocaba. Nas palavras de Aldir:

“O tal barraco envolveu uma fogosa mulher, um sujeito parecido com a caricatura malévola de um jegue na caatinga, só que de óculos escuros, e a esposa traída que escancarou a sujeira na janela virtual.”

Continuar a lerAldir e o Barraco de Sorocaba

opinião de francês sobre depilação

Deu em O Globo, na coluna do Joaquim Ferreira dos Santos. Pesquisa de francês sobre os hábitos das brasileiras com relação à depilação chega à grande conclusão: “Por causa do clima, ela (a brasileira) se sente suja se não se depila.” Prontamente, Polemikos contratou pesquisa para saber do hábito da francesa para cuidar da grama do parquinho. O resultado: “Por causa do clima, ela (a francesa) se sente limpa e deixa a grama crescer.” Com isso, os guerreiros gauleses vivem felizes em suas jungles. Eu, a nível de brasileiro, prezo em muito os cuidados da rapaziada em não deixar o mato tomar conta.

Luana Piovani se mantem à tona e toda boa

A moça é bonita. Típica força da natureza. Troca sopapos com namorado (ou só recebe os tais sopapos), faz declarações polêmicas e aparece em espetáculos com sucesso de público.

luana
Agora, está em cartaz no filme Mulher Invisível. Pura ficção científica. É impossível não vê-la. Como dizia mamãe: “Ela é um pedaço de mau caminho!” Continuar a lerLuana Piovani se mantem à tona e toda boa