Arquivo de etiquetas: rio de janeiro

golpe do refrigerante grátis da Domino’s

Aconteceu diversas vezes na Domino’s do Humaitá, Botafogo, Rio de Janeiro. Você liga para comprar a pizza e quando vai concluir a compra o atendente informa o preço dizendo que um refrigerante o preço é igual. Meio ridículo, não é? Me ocorreu que seria um caso de venda casada. A fome era grande e não discuti muito. Mas a pulga ficou atrás da orelha. 

O golpe está na maneira como o atendente informa o preço. Ele diz que “a pizza com o refrigerante sai o mesmo preço”. Se você insistir, acaba por saber que ele está “empurrando” a venda de um combo pizza+refrigerante. No final, sempre restará a desculpa esfarrapada de que houve um mal-entendido. 

Caí três vezes. Hoje, insistindo com o atendente, depois de muita conversa esquisita, o preço real da “pizza” foi informado.  

Acredito que seja um esquema local. A Domino’s é um negócio que envolve bilhões de dólares. Não vai se arriscar enganando clientes do delivery.  

Fica o alerta. 

Acho que descobri. Vai ter uma loja da Nike em Ipanema.

20121007-191342.jpg Psiu! Olha! Não conta pra ninguém não. O símbolo embrulhado da foto é da Nike. Viu como sou esperto?

A loja vai ser na esquina de Garcia com Pirajá. A banca de jornais atravanca a calçada e esconde a entrada da loja, mas isso é comum na cidade. As bancas trazem cultura para a população, não é problema ocuparem o espaço de trânsito dos pedestres.

Ipanema e Leblon não precisam de estações do metrô

A afirmação do título é radical, mas faz sentido. Pra quê a estação? Se não houvesse o trânsito de carros vindos da Barra, a ida de carro para o Centro de manhã seria rápida enquanto apreciaríamos a magnífica paisagem de nosso litoral. Ipanema e Leblon estão saturados e não precisam fornecer mais opções de transporte para a população vir para estes bairros. Entulhar a região de gente desembocando de estações do metrô só piora a qualidade do bairro e o valor de morar ou ter comércio por ali.

O Rio deveria ter outras prioridades. O metrô carece de ter uma via alternativa à original, por exemplo, seguindo pela Mem de Sá em paralelo à Presidente Vargas. Esta nova linha deveria ter um prolongamento que atingisse a Barra, para permitir que o povo da Zona Oeste não precisasse vir de carro para o Centro. Aliás, este metrô iria desafogar o tráfego de carros em Ipanema e Leblon diminuindo a importância de construir as das estações que eu considero desnecessárias. Esta linha também aumentaria a capacidade de tráfego para atender os subúrbios do Rio, onde a população mais humilde tem necessidade de bom serviço de transporte.

Por que o governo do Estado não faz este belo raciocínio de investir em zonas mais carentes do que os bairros mais ricos do Rio? Huum? Me disseram que é porque já há um contrato com a construtora que fez a obra até Ipanema, assim, não é preciso licitar mais nada, basta mantê-la tocando as obras. Ah, entendi. Ao que parece, a discussão não passa pelo que poderia ser melhor para a população. Continuar a lerIpanema e Leblon não precisam de estações do metrô

e a Lagoa inunda…

A ciclovia da Lagoa acaba de passar por reforma. Entretanto, os desatentos engenheiros da Prefeitura esqueceram de considerar a altura máxima que o nível da água atinge na Lagoa. Deve ser cálculo muito complexo. Ou talvez não se tenham os dados históricos. Ridículo! Talvez seja outra coisa. Pode ser o tradicional misto de coisa mal feita com o oportunismo de fazer ruim para ganhar dinheiro mais tarde para consertar. Assim, um ponto turístico fundamental do Rio fica parecendo que foi assolado por imprevisível enchente. E vamos nos preparando para as Olimpíadas…