Check-in da Delta Airlines tortura passageiro. AVIS e Wal Mart salvam o pobre coitado.

Emoção é isso. Cheguei ao balcão de check-in da Delta nos EUA para embarcar para o Brasil trazendo um computador para ser despachado. O funcionário olhou para a caixa e sentenciou: “A Delta não despacha computadores.” Lá estava eu com o computador na mão sem saber se poderia viajar. O pesadelo começou assim. Eu conto tudo.

---

Parecia que iria ser retorno tranqüilo de uma semana de trabalho nos EUA. Meu filho, que é designer e utiliza computadores Apple em seu trabalho, pediu para eu trazer um Mac 20″. O computador é praticamente um monitor de 20 polegadas, estreito, com cerca de 6 cm de largura, montado sobre uma base de metal em curva.

---

Checamos com a Delta se o computador poderia ser trazido no avião. Eles confirmaram que podia. Havia duas restrições. O tamanho da caixa tinha que estar dentro de limites estabelecidos. Isto não era problema, a caixa do Apple era menor. A outra limitação era de que a companhia não se responsabilizaria por danos causados pelo manuseio da caixa durante os vôos. Nada de novo. Eu já trouxera outros aparelhos eletrônicos em caixas grandes. Nesses casos, é bastante o passageiro assinar o termo de isenção da responsabilidade da empresa aérea por qualquer problema que o equipamento sofra pelo manuseio da caixa durante a viagem.

Quando cheguei ao guichê da Delta este estava tranqüilo. Era esperado, estava mais de três horas adiantado. Na minha vez de ser atendido, a grande surpresa, o atendente olha para a caixa do Mac que eu trazia e, direto, dá a boa nova: a Delta não despacha computadores! Uau! Como assim? A resposta repetida muitas vezes naquela tarde foi essa: “Não transportamos computadores.” Dizia que era uma medida de segurança do transporte aéreo que tinha que ser atendida pela companhia. Ponto final.

A partir daí tentei explicar de todas as formas que eu havia pedido orientação prévia da empresa. Não era problema meu que o pessoal do balcão tivesse uma orientação diferente. Se fosse o caso de haver divergência interna dentro da companhia, eles que fizessem a remessa de meu computador. Mas o sujeito não queria conversa. Para ele o assunto estava terminado. O próximo!

Eu estava perplexo. Liguei e pedi para meu filho no Brasil verificar a informação com a Delta. Ele fez. A Delta também informava pelo help desk americano (em inglês) que era permitido. Eu, momentos depois, fiz a mesma consulta. A informação passada pela atendente foi de que era permitido. Coloquei a moça em contato com um dos funcionários do balcão e, após alguns minutos, ela retornou meio sem jeito dizendo que ele tinha razão, que não podia transportar computadores devido a uma norma federal de segurança. Então, de repente, a norma que autorizava passava a proibir por motivo de segurança. Pelo jeito e o pessoal de informações sobre limitações de bagagem (baggage allowance) não sabia dela. O fluxo de informação dentro da Delta está mesmo engarrafado. Eu pedi um número para eu registrar minha consulta. Ela disse que não tinha o número ou código para me fornecer. Informei a ela que esperava que nossa conversa estivesse sendo gravada pela companhia e anotei a hora para eventual uso futuro.

Mas eu não queria melhorar o serviço da Delta. Queria apenas transportar meu computador. Sugeri ao pessoal do balcão despachar minha mala de mão e viajar com o Mac embaixo do braço. Era possível pelas regras da companhia para bagagem transportada na cabine. Segue a regra da Delta:

Carry-on Baggage

You can carry on one bag plus one personal item per passenger as long as it:
Weighs less than 40 pounds (18 kg).
Does not exceed 45 inches when you total length plus width plus height.
Fits easily in our SizeCheck® unit (approximately 22″x14″x9″).
Fits in an overhead bin or underneath the seat in front of you.

O Mac mede 19,1″x18,5″x7,4″. A soma das medidas é, portanto, inferior aos 45″ permitidos. Uma dimensão é um pouco maior que as dimensões ideais. Entretanto, o funcionário da Delta poderia usar o critério “aproximadamente”, que consta das regras, e resolver o problema. Não fez. Perguntei se podia colocar dentro de uma bolsa. Também não podia. A propósito, esse pessoal do check-in da Delta foi a coisa mais próxima de um robô que eu vi nos últimos tempos. Quando eu dizia que era um “cliente”, que a Delta havia se atrapalhado em me dar uma informação, que eu buscava uma solução, a criatura, o supervisor do check-in, me lançava um olhar embaçado, balançava a cabeça e repetia que eram normas de segurança, restrições federais etc.

E eu buscava uma saída. Pensei: se não dá para ir pela Delta, porque não tentar por outra companhia? Para não haver dúvida, peguei a caixa do Apple (o computador já estava fora da caixa, foi fácil carregá-la) e fui até o guichê da American Airlines (AA). Mostrei a caixa com a bonita maçã do Steve Jobs desenhada e disse que aquilo era um computador. Expliquei tudo. Perguntei se não podia despachá-la num vôo para o Brasil. As duas atendentes da AA disseram que não havia restrição. Acharam até estranho minha consulta. Voltei para conversar com meu algoz, o supervisor da Delta. Pedi a ele para me transferir para o vôo da AA. Ele podia endossar meu bilhete. Mais uma vez a resposta: não posso fazer nada. Perguntei se a restrição de segurança seguida pela Delta não era respeitada pela AA? Se era determinação federal, como podia a AA não segui-la? De novo, o olhar opaco de quem quer apenas cumprir sua burocracia e fugir para casa. Em tempo, houve um lampejo de inteligência, infelizmente usado para o mal. O supervisor afirmou que não poderia repassar meu bilhete para AA pois assim ele estaria atuando “como um vendedor de passagens para a empresa concorrente”. Ou seja, ele era bobo para tentar resolver meu problema, mas era bem preocupado com a grana que a Delta ganhava com minha passagem. O cara não era maluco, ele tinha um método!

Não havia mais nada a fazer. Estava ficando tarde. Eu poderia desistir de viajar neste dia, devolver o computador na loja e pegar o vôo do dia seguinte. Mas eu não queria prolongar minha estada nos EUA. Queria voltar para casa. Decidi pegar o computador e levá-lo de volta para a BestBuy, onde comprara. Fiz o check-in para um vôo mais tarde no trecho Baltimore-Atlanta, de onde sairia meu vôo para o Rio. O tempo ficaria mais apertado para fazer a conexão em Atlanta, mas permitiria eu sair do aeroporto e ir devolver o Apple na BestBuy.

Quando estou saindo do aeroporto, percebo que no estado de espírito em que me encontrava, que descrevo como totalmente transtornado, havia feito o check-in e despachado o teclado e mouse do computador dentro das malas. Eu não tinha mais o computador inteiro para devolver! Somente o monitor. Forçado pela situação, tomei a decisão de tentar entrar com o computador como bagagem de mão. Aí começou o momento “rali” da história. Eu precisava de uma bolsa para carregar o computador. Uma bolsa aumentaria o volume a carregar, mas a essa altura eu já achava que havia uma conspiração da Delta contra a Apple. Eles não podiam “ver” o computador. Peguei o ônibus que leva às lojas para alugar carros. Fui à mesma AVIS onde havia alugado carro durante toda a semana. Disse que tinha muita pressa (não houve nem tempo de explicar os motivos), precisava de um carro por cerca de uma hora. A moça da AVIS foi uma santa. Entendeu meu problema e me atendeu com a presteza que o momento pedia. Ela fez mais: me orientou como chegar ao shopping mais perto. Sem eu pedi, me forneceu um GPS de graça para me ajudar na correria. Nesse “momento da verdade” da AVIS, o atendimento foi nota 10. Bem, o nervosismo era tanto que me esqueci de levar o GPS.

delta

Foi um sofrimento. Cheguei no shopping. O tempo passando e eu entrando e saindo de lojas carregando o computador. Não consegui a bolsa na Staples e na Circuit City. Do outro lado do mall vi minha salvação: o Wal Mart. Entrei alucinado conduzindo meu computador de mão de 22 polegadas! Testei várias bolsas. Acabei encontrando uma bolsa pequena, com rodinhas, que cabia bem o computador, deixando de fora apenas o suporte da tela. Vejam a foto ao lado. Tinha que ser desse jeito, não havia mais tempo. O vendedor solícito, me ajudou a fazer o pagamento rapidamente e me acompanhou para que eu saísse rápido do supermercado carregando um computador dentro da bolsa que comprara. A volta foi apenas aflição de conseguir chegar a tempo de entrar no avião. Passei na inspeção de segurança com o computador sem que ninguém se importasse com o grande monitor. Um providencial atraso de 25 minutos no vôo da Delta para Atlanta permitiu que eu chegasse a tempo e ainda esperasse cerca de 15 minutos antes de entrar no avião. Foi o tempo suficiente para secar do suor de toda aquela correria e nervosismo. Depois das últimas quatro horas, minha pulsação voltava para menos de 100 batimentos por minuto.

Entrei no avião e ninguém da Delta olhou duas vezes para mim. A bolsa com o preterido computador se alojou confortavelmente no depósito de bagagem em cima das poltronas. Dali para frente, a viagem, com uma conexão apertada no tempo para o vôo Atlanta-Rio, correu normalmente. Também em Atlanta, ninguém da Delta olhou para minha bolsa e o rejeitado computador. Cheguei ao Rio sem problema algum.

Lições aprendidas:

– os processos da Delta são uma bagunça. Uma regra de alguma importância, como esta de não poder despachar um computador, não é conhecida pelo pessoal que atende você no item “bagagem permitida” (baggage allowance) do help desk.

– havia pouca disposição do pessoal do check-in em resolver meu problema. Mas também vale ressaltar que eles pareciam ter pouquíssima delegação. Eles agiram sempre buscando fugir de tomar qualquer decisão que pudesse ser questionada mais tarde.

– houve um mínimo de má fé em dizer que a restrição era do órgão federal de segurança de aviação. É absolutamente impossível que, nos dias atuais, a American Airlines simplesmente descumpra uma norma de segurança federal. Tratava-se de uma norma interna da Delta.

– o bom atendimento da AVIS e Wal Mart me salvaram. AVIS e Wal Mart mostraram que pessoas sozinhas podem contribuir para a boa imagem de uma empresa. O pessoal do check-in da Delta, naquela tarde de sábado, me torturaram por cerca de 4 horas com um problema que poderia ser facilmente resolvido. Eles mostraram o quanto pessoal despreparado, processos mal desenhados e falta de delegação podem sujar o nome de uma empresa.

– Temos que ver o lado bom das coisas. O computador que ia no compartimento de bagagem sendo jogado de um lado para outro, podendo ser danificado, veio na minha mão dentro da cabine do avião. Ou seja, veio muito mais seguro. Viram como sou um sujeito que pensa positivo?

[Tirésias da Silva]
Copyright © [Polemikos]. Todos os direitos reservados.

15 comentários a “Check-in da Delta Airlines tortura passageiro. AVIS e Wal Mart salvam o pobre coitado.”

  1. Prezado Tirésias, não sei se irá ler meu comentário, ja que faz tempo que colocaste este texto no ar. Com certeza você pensa positivo e tenho inveja dessa atitude. Eu também sempre penso positivo, mas em situações como a que você passou eu perco a cabeça. Não consigo ter sangue frio quando mais preciso. Eu estava apenas procurando sobre o atendimento da Delta, porque quero visitar Minneapolis e essa empresa foi a mais em conta. Você a recomenda, ou tem outra melhor?

    Respondendo: Prezado Flavio, apesar de ter postado este artigo faz tempo, ainda está forte na memória os maus momentos que passei. Sua pergunta é difícil: – há outras opções? A coisa anda feia (ou voa feia) no serviço aéreo. As margens de lucro estão estreitas e as empresas tendem a buscar a mera sobrevivência. A diferenciação pela qualidade do serviço foi abandonada. Acho que as equipes estão despreparadas para atuar numa atividade em que por definiçõa os clientes estão sensíveis. Eu apresentei apenas um caso. Não se trata de estatísticas. Resumindo: você vai ter que se aventurar na escolha da companhia aérea que o levará a Minneapolis. Desejo sucesso e boa viagem.

  2. Inferno Delta e seus torturadores.

    Se meus problemas com a Delta tivessem se resumido ao transporte de um computador eu seria um homem de sorte.

    Estava viajando com minha namorada, os seus pais e sua tia quando meus problemas começaram na volta de Fort Lauderdale(FLL) para o Rio, no domingo dia 1 de março, fazendo

    conexão me Atlanta(ATL). Por um problema relatado como “Weather”o meu voo (2048) atrasou mais do que outro voo (2050) que saia de FLL e por antecipação do voo de Atlanta para o

    Rio(61) no mesmo dia, que estava também estava atrasado pelo mesmo motivo de tempo, e com confirmação do atraso enviada pela Delta por email horas antes do voo, resolveu sair

    mais cedo e deixar cerca de 50 brasileiros a ver navios.. Será que ele voou com 50 lugares vazios?? umn…

    Nos dirigimos ao balcão da Delta para remarcar um voo de volta e tivemos a surpresa de que teriamos nossa volta marcada pro próximo sábado, dia 7 de março, ou seja, 6 dias

    depois.

    Depois de muito reclamar, la pelas 3 da madrugada desistimos, por hora, de brigar e solicitamos uma acomodação para descansarmos e descobri que não teriamos acomodação nem

    alimentação, já que o atraso fora causado por “weather”. Como ja estava tarde e frio (32F) resolvemos encarar o chão frio do aeroporto de atlanta, entre as pessoas que ali

    transitavam e dormir feito mendigos, em cima de pedaços de caixas.

    As malas, bem, as malas estavam e poder da Delta e não podiam ser acessadas a não ser que fosse feita uma requisição. Algumas pessoas no dia seguinte conseguiram encontrar-las,

    com alguns itens eletronicos roubados, segundo seus donos. Outras nem tiveram acesso à elas.

    Após acordar no aeroporto, na manha de 2a feira, passamos o dia inteiro na tentativa de achar algum voo para o Brasil, sem sucesso. Chegaram a informar que havia 1 ou 2 vagas

    para manaus, porém a ida para o Rio era por nossa conta.

    A noite nos dirigimos ao portão de embarque na espectativa de atraso de alguns passageiros provenientes de outros voos, principalmente de Orlando. dos 50 e tantos, apenas 6

    conseguiram.

    Após diversos mal tratos das “simpáticas” antendentes da Delta, nos dirigimos mais uma vez a um dos poucos guiches da Delta que se propuseram a nos atender. Horas de reclamação

    e busca desesperada por uma maneira de retorno e saímos de lá apenas com um “eu não sou Deus e não posso fazer nada.” voucher de desconto para um hotel proximo ao Aeroporto.

    Falando em despreparo, me lembro de nosso embarque em FLL no qual fomos obrigados a embarcar com peso maximo na mala de 50Lb. mas, de acordo com a informação na compra das

    passagens no Brasil, teríamos direito a 70lb. Para não perder o voo de tanto discutir, compramos rapidamente uma mala no aeroporto e pagamos U$200 por mala adicional.
    Falando em mal-trato, eu presenciei uma atendente da Delta, após a solicitação de uma mãe que havia deixado o filho pequeno no Brasil por uma passagem mais urgente, dizer: “Se

    você está com filho no brasil, não tinha nada que estar viajando por aqui”.

    Com o voucher na mão, alugamos um carro pois o transporte do hotel era pago na volta, e o aluguel sairia mais barato. Partirmos para o Hotel na segunda a noite.Na 3a feira de

    manhã, após acordar no hotel próximo ao aeroporto, com banho tomado e mesmas roupas de domingo, fomos ao check-in 6 horas antes do voo 61 (as 14:40), na esperança de entrarmos

    na lista de espera em uma posição mais privilegiada. em vão. as 20h descobrimos no portão de embarque que o voo para o Rio estava com Overbooking e que estavam oferencendo

    milhas e hotel para quem quisesse ficar, pois nem as pessoas que compraram passagem estavam com acento garantido.

    Desesperançados, fomos ao encontro de outros brasileiros que estavam no portão de embarque para REcife. É descobrimos que havia um voo a cada 2 dias para Recife. Estavamos la

    conversando sobre um jeito de voltar quando 2 membros de nosso grupo foram chamados para embarcar no voo para recife, sem terem feito qualquer pedido de espera ou reserva. Já em

    cima do horário, conseguimos convencer o funcionário da Delta, desta vez um brasileiro, que nossa familia nao poderia viajar separada e que 6 dias de espera era um tempo

    demasiadamente longo. Por um esforço incomum de funcionários da Delta (o brasileiro e uma americana caridosa) Entramos todos no avião com a porta fechando e partimos para

    recife. Já dentro do avião conferi minha passagem e descobri que minha namorada, sua tia e eu iamos para recife, subiriamos para fortaleza e de lá a Delta arrumaria um voo pro

    rio. Os pais da minha namorada viajariam direto de recife para o Rio.

    Em recife nossas malas não apareceram, em Fortaleza tão pouco. Tendo saido de Atlanta na terça as 20h chegamos no rio as 16h de quarta. sem as malas. Procuramos o guiche da

    delta e um funcionário do aeroporto infomou que não havia ninguem da delta ali. Acabamos por encontrar um funcionário em uma salinha perto do portão de embarque e foi ali, na

    area de embarque do terminal 1, que fomos achar parte das malas, desprotegidas, livres para qualquer pessoa pegar e levar.

    Hoje é 5a feira e ainda estou aguardando noticias sobre parte de nossas bagagens.

    Lições aprendidas:

    1- O barato sai caro: Nunca mais voo Delta. Aconcelho as pessoas a refletir a respeito antes de faze-lo. O dinheiro que economizei é menor do que os dias descontados no meu

    trabalho por ter faltado. Fora que, se minha mala não aparecer, a Delta so paga U$500 por mala.
    2- Ser membro do Skymiles (programa de viagem da Delta) não te dá privilégio nem na fila do banheiro.
    3- A Delta conta com as mais grossas, maleducadas e despreparadas atendentes que já vi na face da terra. nem todas são más.
    4- Direto do consumidor e respeito ao turista é coisa não existente na Delta USA. é unilateral. Se fosse um americano no Aeroporto do Rio.. acho que as coisas não seriam assim.
    5- Não ganhei voucher refeição nos EUA. Mas descobri quer era pro Wendy`s. Alguem avisa pra Delta que aquilo não é comida, é ração.
    6- Dormir no chão frio é ruim demais e sentir frio é pior ainda. Por isso, quando vir alguem pedindo um cobertor, ajude!

  3. Oh no… infelizmente ontem passei por situação muito semelhante com a Delta: atraso de conecção com a delta nos estados unidos e perda de bagagem ao chegar em SP. Já faz mais de 24h e não recebi notícias da minha mala.

    Eles realmente pagam 500$ por perda de bagagem?

    Respondendo: Depois minha experiência, estou um pouco descrente do atendimento das companhias aéreas. Entretanto, as malas costumam aparecer, mesmo que demorem. Se sumirem, provavelmente o que for pago não compensará o que se perde. Só o custo de reposição das roupas perdidas já será muito alto.

  4. Tirésias…
    Vou a Nova York em novembro e gostaria de comprar exatamente esse Mac que vc comprou mas estáva cheia de dúvidas, até que por acaso achei essa sua página… Minhas preocupações eram quanto ao peso, se ía conseguir levar no avião, se íam me barrar na alfândega…
    Algumas dúvidas já foram esclarecidas…
    Vou viajar pela AA e pelo que eu li não terei problemas se levar como bagagem de mão… Mas e quanto a alfândega? Vc declarou ? Conseguiu passar tranquilo?? Já quero prevenir pra não passar pelos apuros que vc passou…

    Respondendo: Declarei. Não vale a pena passar pelo sufoco. Verifique antes com a companhia aérea quais as regras que estão valendo. Boa viagem.

  5. OLA,PASSEI DIAS HORRIVEIS NESSA MERDAAAA QUE ELES CHAMAM DE EMPRESA AEREA,SÓ SE FOR DE FUNDO DE QUINTAL,QUE ÓDIO!! O INFELIZ DO ATENDENTE EM ATLANTA N, DEIXOU EU E MAIS 6 PESSOAS EMBARCAR P, O BRASIL,ESTAVAMOS COM 1O MTS ANTES NA PORTA DO AVIÃO,ELE DISSE QUE ESTAVAMOS ATRASADOS E N, DEIXARAM SUBIR,NOS MANDARAM PRA DETROIT NO DIA SEGUINTE P, TENTAR VOO PRA ATLANTA,E DEPOIS BRASIL,QUE PESADELOOO,EM DETROIT SENSAÇÃO TERMICA DE 11 GRAUS ABAIXO,TDS SEM BAGAGEM .POIS O INFELIZ DESPACHOU NOSSAS BAGAGENS,BEM EM DETROIT,SURPRESAAA VOO CANCELADO,MOTIVOS CLIMATICOS,NEVE,EU MEU MARIDO E MINHA FILHA,MAS UM CASAL E DOIS FILHOS,NOS SENTIMOS A PIOR DAS PESSOAS POIS SEM NOÇÃO DE INGLES,FALAMOS MUITO POUCO,TIVEMOS QUE FK NO AEROPORTO DE DETROIT ATÉ AS 7 NOITE,CHEGAMOS LA AS 2 DA TARDE,POIS BEM EM ATLANTA,TIVEMOS QUE PASSAR A NOITE, E ENFIMMM SE EU FOR CONTAR TD,VO FAZE UMA NOVELA,SÓ ESTOU RELATANDO PRA ME UNIR C, OS AMIGOS ACIMA,TD QUE ELES RELATARAM E MUITO MAIS É REAL,AS AEROANTAS,SÃO GROSSAS E MAL EDUCADAS SIM,É TD VERDADE,E OQUE ACONTECEU COMIGO E MINHA FAMILIA É DIGNO DE POLICIA,BANDO DE FDP,MAS EU N, PRETENDO DEIXAR BARATO,VAMOS NOS UNIR PRA BANIR ESSE TIPO DE EMPRESA DO NOSSO PAIS,ELES QUEREM GANHAR DINHEIRO COM OS BRASILEIROS MAS NOS TRATAM FEITO ANIMAIS,PERAI!!!!

  6. Bandidos é o que são.
    1 Voo de Honolulu para Atlanta 12/02 atrasou 4 horas.
    2- Chegando em Atlanta para a conexão para São Paulo 3 horas de fila para descobrir que o voo tinha sido cancelado por problemas climáticos. Tivemos que dormir em Atlanta, por nossa conta, ah eles nos deram um kit favela uma necessaire com escova de dentes, sabonete aarelho de barba detergente e uma camiseta branca XL ( com o logo da Delta só dá para usar para dormir e do avesso…).
    No embarque dia seguinte o atendente disse que o voo estava com overbook e ofereceu um vaucher no valor de US$600,00 para quem quisesse tomar outro voo até o Rio com conexão para SP com uma demora a mais de 5 horas. Bom quem espera 24 horas espera 29 e então corri para o balcão para aceitar o oferecido. O atendente, muito grosso, fez anotações em nossos boarding passes e fingiu que iniciava a emissao do bilhete para o voo via Rio. Ai mandou as pessoas que como eu aceitaram a oferta aguardar o embarque. Todos do voo embarcaram, inclusive os que nao tinham assento ( espera?) . Ai o atendente mandou um de nós embarcar no avião pois não precisava mais dele pois sobraram lugares. Chiamos na hora pois não era o combinado.Exigi que a parte da Delta fosse cumprida e ele falou que só podia me dar um lugar melhor no corredor ao inves de no meio dos assentos centrais.
    Calma não terminou ainda.
    Chegando a SP nenhuma das bagagens do nosso grupo (aprox45 pessoas) chegou esteira vazia e nós com cara de bobos.
    as malas começaram a chegar 1 dia depois.
    No meu caso 1 1 dia depois e a outra ficou perdida em Atlanta 3 dias
    Quando apareceu, por azar, não estava em casa e entregaram uma mala de mais de 23 kg com apenas 7kg com 1 tenis usado 3 tees de 2 dolares, 2 meias sujas e milagrosamente 2 joguinhos de DS e 2 de PS2 usados e 1 chaveirinho da Lego.
    Mais de 1200 dolares de compras garimpadas em outlets que custariam pelo menos o triplo no Brasil descaradamente saqueadas!!
    Já reclamei do atendente que ofereceu 600,00 epediram desculpas me deram um bonus de 100,oo reclamei e eles me responderam que não poderiam arcar pois tinham muitas reclamações semelhantes (confissão de incopetencia e mau carater).
    Vamos ver no que vai dar a briga da mala, mas cuidado não façam a besteira que eu fiz.
    Retenham os tiquetes para retirada das malas e vão pessoalmente ao aeroporto retirá-las. Esse negócio de mandar para casa é golpe para pegar uma empregada desprevinida, ou mandem para o seu trabalho onde Vc possa receber pessoalmente.
    Bandidos!!
    bobcarlone@gmail.com

  7. PASSEI HORAS DE HORROR COM A DELTA. EMBARQUEI COM MEU MARIDO EM NY RUMO A ATLANTA , CHEGANDO 3 HORAS ANTES DA HORA DO VOO, AO ENTRAR NA AERONAVE, UMA ATENDENTE DA DELTA, MAL EDUCADA PEGOU NOSSAS MALAS DE MÃO, COM MAQUINA FOTOGRAFICA, GPS, CELULAR, DOCUMENTOS, JOIAS, TUDO DE MAIS VALIOSO, REMEDIOS, E DISSE QUE NÃO PODERIAMOS EMBARCAR COM NOSSAS BAGAGENS DE MÃO PQ O COMPARTIMENTO INTERNO DA AERONAVE ESTAVA CHEIO, E TERIAMOS QUE COLOCAR NOSSA FRAGIL E IMPORTANTE BAGAGEM DE MAO NO COMPARTIMENTO JUNTO COM AS OUTRAS BAGAGENS DESPACHADAS, DETALHE, EU JA ESTAVA NA PORTA DO AVIAO E JA HAVIA PASSADO PELO SISTEMA DE SEGURANÇA, AÍ PEGARAM NOSSAS MALAS, SEM NOSSA AUTORIZAÇÃO, COLOCARAM UM BILHETE, MANDANDO A BAGAGEM DE MAO DIRETO PARA FORTALEZA, NÃO TINHAMOS NEM O DIREITO DE PEGAR EM ATLANTA, LUGAR ONDE PEGARIAMOS OUTRO AVIAO PARA FORTALEZA. NO DESESPERO PQ ESTAVA CARREGANDO ALGUMAS JOIAS, ME AJOELHEI NA PORTA DO AVIAO, ABRI A MALA, ENQUANTO AS COMISSARIAS AMEACAVAM AS NOS DEIXAR LÁ, TENTANDO PEGAR O QUE EU PODIA CARREGAR EM MINHAS MAOS, A ESSA ALTURA, A MALA DE MAO DO MEU MARIDO JA HAVIA SUMIDO!!!!! A SORTE QUE ELE ESTAVA COM O PASSAPORTE EM MAOS.
    COMECEI A TREMER E A CHORAR E TIVEMOS QUE ENTAR NO AVIAO, PQ SENAO PERDERIA MEU VOO EM ATLANTA, E MINHA FILHA DE 4 ANOS ESTAVA DOENTE AQUI NO BRASIL. DE REPENTE, APOS FECHAREM AS PORTAS, O AVIAO ESTAVA TAXIANDO, QDO UM COMISSARIO MAL EDUCADO, CHEGOU DO LADO DA MINHA POLTRONA E MANDOU EU PARAR DE CHORAR POIS EU ESTAVA PERTUBANDO OS OUTROS PASSAGEIROS, E ME AMEACOU A RETIRAR DA AERONAVE, CASO CONTRARIO. PELO AMOR DE DEUS, NAQUELE MOMENTO ME SENTI UM VERME!!!!! NAO PODIA NEM CHORAR, COM O RISCO DE SER COLOCADA PARA FORA DO AVIAO!!!! TIVE QUE ME CALAR, ME TREMIA DE TANTA RAIVA. AO CHEGAR EM ATLANTA NOSSO VOO ESTAVA ATRASADO, E APOS INUMERAS TENTIVAS, NAO QUERIAM LIBERAR NOSSAS MALAS DE MAO, ATE QUE COMECEI A GRITAR, DIZENDO QUE ESTAVAM COM MEUS REMEDIOS, E ESTAVAM MESMO, QUE SE EU PASASSE MAL, EU IRIA PROCESSÁ LOS, E AI RESOLVERAM ENTRGAR, MAS TIVE QUE IR NO SETOR 2X, E PASSAR 2X PELO SISTEMA DE SEGURANÇA!!! APOS 7 HORAS DE ATRSO, EMBARCAMOS, MINHA MALA DE MAO NOVINHA ESTAVA TODA RISCADA, E DANIFICADA. NA METADE DO VOO, FUI AO BANHEIRO,E SURRESA, NAO HAVIA AGUA NO AVIAO, RECLAMEI A COMISSARIA QUE ME DISSE QUE NAO HAVIA AGUA NO AVIAO INTEIRO, ÓTIMO NÃO, TRIPULACAO SERVINDO REFEICOES, SEM LAVAR AS MAOS, NAO HAVIA TB LENCOS UMIDECIDOS E NEM ALCOOL GEL!!!! PEDI ENTAO UM COPO DE AGUA, E FUI ALERTADA QUE TERIA DIREITO A APENAS 1 COPO DE AGUA POTAVEL, PQ SO HAVIA A BORDO 3 GARRAFAS DE AGUA POTAVEL!!!!!!! PARA QSE 200 PASSAGEIROS!!! ESCOVEI MEUS DENTES COM AQUELE COPO E LAVEI MINHAS MAOS, E NAO PUDE MAIS BEBER AGUA. NO CAFE DA MANHA,NAO TINHAMOS NEM CAFE E NEM CHA, POIS NAO TINHA AGUA, E NEM AGUA PARA MATAR MINHA SEDE.
    CHEGUEI EM FORTALEZA, E MINHAS MALAS DESPACHADAS ESTAVAM TODAS DANIFICADAS, CONSEGUIRAM ARREBENTAR UMA MALA PELO PUXADOR QUE SE PERDEU PELO CAMINHO. EM FORTALEZA NÃO HAVIA 1 FUNIONARIO DA DELTA PARA RECLAMAR!!!
    O QUE ACONTECE COM ESSA DELTA!!! ISSO É DIGNO DE SER EXPOSTO EM UM JORNAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    SOMOS BRASILEIROS HONESTOS E DIGNOS DE SERMOS TRATADOS COM DIGNIDADE E NAO COMO ANIMAIS!!!!
    NUNCA MAIS VIAJO COM A PORCARIA DESSA DELTA
    CHIARA

    1. Nem eu Chiara.
      Esse povo se acha demais, a última bolacha do pacote. Eu já ouvi falar da arrogância, mas não sabia que era tanta, e que eu seria vítima deles.

      Ao menos uma certeza eu tenho, nunca mais viajo pela Delta Airlines.

      Ah, no meu voo do Brasil-EUA também passamos por problemas, como falta de respeito de comissários, fones de ouvido não funcionavam.

      Na volta, o compartimento de bagagem de mão estava lotado, e os últimos passageiros não conseguiram colocar seus pertences. Como sempre, com a cortesia e educação típica dos seus funcionários.

      Havia uma goteira no teto do avião, mal cheiro de combustível (muito forte mesmo), mas nada fizeram.

      E para completar, durante o vôo passamos por uma turbulência tão forte, que o avião praticamente “caiu”, mas felizmente nada aconteceu. isto no meio do Atlântico, a aeromoça voou, bandejas voaram, xícaras, etc.

      Já viajei ao exterior antes, mas com avião grande, mais confortável e decente.
      Os aviões delta são pequenos, velhos, mal conservados, cheios de defeitos. Gol e Tam são uma maravilha perto da Delta Airlines.

      Delta, nunca mais!
      Delta, somos brasileiros, somos gente, somos seres humanos, merecemos respeito.

    2. EU NAO ESTOU ACREDITANDO NO QUE VEJO FALAR DA DELTA AIRLINES….. PELO AMOR DE DEUS, SERÁ QUE AS ATENDENTES, SAO TAO MAS FORMADAS EM TURISMO???? DE DELTA NAO VOU NUNCA MAIS….
      QUE ALGUEM RESPONSAVEL, PELO SETOR DA DELTA POSSA, AVERIGUAR TANTAS RECLAMAÇOES, E COLOCAR UM PESSOAL, MAIS ADEQUADO E TENHAM OS QUESITOS ( EDUCAÇAO, PACIENCIA, AMOR PELA PROFISSAO, GENTILEZA, E UM GRANDE E LARGO SORRISO NO ROSTO…. PORQUE DESSA FORMA VAMOS POSTAR SEMPRE QUE NOS SENTIRMOS, MENOSPREZADOS, SEJA LÁ POR QUEM FOR, SE SOMOS, RESPONSAVEIS, POR PAGAR NOSSAS PASSAGENS, E TORNARMOS, CLIENTES DESTA OU OUTRA COMPANHIA QUALQUER, É NATURAL QUE QUEIRAMOS SER BEM TRATADOS, POIS SEM NÓS CLIENTES, NAO PODERÃO ENCHER SEUS ASSENTOS DAS AERONAVES, E COLHER BONS FRUTOS.
      AGRADEÇO A TODOS QUE POSTAM SOBRE O MAU TRATAMENTO QUE TENHAM TIDO DE QUALQUER COMPANHIA DE AVIAÇAO, OU QUALQUER ESTABELECIMENTOS, ISSO NOS AJUDA A CHEGAR NUM BOM SENSO DE NAO USAR TAIS COMPANHIA, OU ESTABELECIMENTOS, E SABER PROCURAR AS QUE TENHAM PELO MENOS EDUCAÇAO ( QUESITO INDISPENSAVEL AO TRABALHAREM COM O PUBLICO EM GERAL)

  8. Pessoal o que posso resumir da Delta é que é uma companhia de ninguem, cheio de incompetentes. Estou hoje na cidade de Huntington, WV. Nosso primeiro voo de retorno ao Brasil (HuntingtonXCincinathi) deveria sair as 14:45hs, sito nosso porque estamos eu e mais 04 (quatro) funcionários da mesma empresa retornando sabado porque na segunda temos que retornar nossas atividades. Por problemas mecanicos na aeronave perdemos a conexão Atlanta X Brasil. Tentamos de varias maneiras nos colocando a disposição a mudar de aeroporto, mudar a conexão, ir a Detroit, New York, Chicago, Whasington, Miami, percorrer um trecho de automovel, etc, etc. Pasmem resumindo toda a história, são 07:26 PM e somente agora chegamos no hotel pois nesta cidade a Delta só tem contrato com um hotel e este estava sem disponibilidade. Pasmem ainda mais quando o voucher de alimentação (Jantar) é de U$ 7,00 (Sete Dolares) e só pode ser utilizado no aeroporto. Problema que o aeroporto fecha logo após a decolagem do voo que seria as 2:45PM………Que saudade do meu Brasil, ali ao menos existe a ANAC para se não resolver o problema do passageiro aplica uma multa na companhia aérea para que ela não desrespeite descaradamente o passageiro. Resumo 5 pessoas perdendo um dia de trabalho, ficando hospedado (só me faltava dormir no tempo) mas somente isso e um funcionário babaca da Delta dizendo que é isso ou mais nada. PARABÉNS PELA FALTA DE RESPEITO. Gostaria que alguem me pedisse para respeitar estes m…. quando forem ao Brasil.

  9. OLÁ AMIGOS, A INTERNET É MUITO IMPORTANTE !!!! VEJAM: JÁ FUI A EUROPA 3 VEZES E ESTAREI INDO ( SE DEUS PERMITIR) NOVAMENTE AGORA EM SETEMBRO/2011. PROCURANDO PASSAGENS MAIS EM CONTA, CHEGUEI NA DELTA… AINDA BEM QUE ESTAVA COM PROBLEMA DE CHEGAR A UMA DATA QUE MAIS SE ADEQUASSE AO TRABALHO DE MINHA MULHER… AOS PASSAR DOS DIAS VIA SEMPRE QUE A DELTA NÃO CONSEGUIA PREENCHER UM VOO DO DIA 13/9 MUITO EM CONTA!!! ENTÃO COMECEI A DESCONFIAR PQ??? ENTÃO FUI EM BUSCA DE INFORMAÇÕES SOBRE AS REGRAS E CONDIÇÕES DESTA PASSAGEM BARATA…. FOI AI QUE CHEGUEI POR SORTE E PELA ELOGIADA CAPACIDADE DO SR. TIRÉSIAS EM POSTAR ESTES IMPORTANTÍSSIMOS COMENTÁRIOS AQUI. PODE TER CERTEZA, NÃO VIAJO PELA DELTA NEM SE ELA FOSSE A ÚNICA EMPRESA AEREA DO MUNDO…. NÃO SUPORTO ABUSOS… SE FOSSE COMIGO, TERIA FICADO PRESO NOS EUA… AQUI ELES SÃO MUITÍSSIMOS BEM TRATADOS E TEM OS MESMOS DIREITOS OU ATÉ MAIS QUE NOS BRASILEIROS… LÁ NOS TRATAM COMO ANIMAIS… continua…..

  10. Então: continuando….. NÃO VOU POR A CULPA EM TODOS AMERICANOS, POIS NÃO SERIA JUSTO. MAS MUITOS DELES SÃO HIPER ARROGANTES E ATÉ DEHUMANOS QUANDO PODEM…. SÃO RICOS E PENSAM QUE SÃO OS MELHORES E QUE PODEM TUDO! ISTO VAI ACABAR POIS…. OS ESTADOS UNIDOS NÃO SÃO MAIS ” o todo poderoso ” ESTÃO QUEBRANDO E AÍ FICARÃO HUMILDES . A MÃO DE DEUS PESARÁ NA NAÇÃO SOBERBA. voltando a delta…. AINDA BEM QUE NÃO CONSEGUI ADEQUAR A DATA AINDA POIS, SENÃO ESTARIA SUPER PREOCUPADO EM PASSAR EM ATLANTA USA…. TENHO VIAJADO PELA TAM E TAP, UMA TRANQUILIDADE… DEVEMOS PROCURAR PREÇO, MAS É PRECISO INVESTIGAR A CIA. AÉREA, POIS NÃO DEVE SER SÓ A DELTA QUE É UM LIXO !!!! ABRAÇÃO A TODOS E DIGO: MUITO OBRIGADO AMIGÃO TIRÉSIAS !!!!! VALEU MESMO TEUS COMENTÁRIOS VERÍDICOS!!!! E DEMAIS COMENTÁRIOS DE OUTROS PASSAGEIROS QUE TIVERAM A INFELICIDADE DE VOAR delta !!!!

  11. Será q eu consigo trazer dos EUA um Imac de 27″?

    Quero fazer igual vc fez, sendo q a tela é maior, vou viajar tbm pela Delta.

    Agradeço pela ajuda.

  12. Também fui vítima de xenofobia por um atendente da Delta em Orlando, em setembro de 2011. Resumindo, eu estava na fila para entrar no avião, quando ao entregar meu bilhete o atendente da Delta solicitou meu passaporte e pediu para aguardar. Várias pessoas entraram, e nada dele trazer de volta meu passaporte. Aguardei mais um tempo e nada. Perguntei o porque da demora, eles não deram resposta. Quando estavam quase todos passageiros no avião, perguntei uma segunda vez sobre qual problema estaria havendo, já que meu passaporte estava em dia. O atendente simplesmente respondeu:

    “Você quer realmente embarcar? Se você me perguntar de novo, você não viaja!!!”

    Que atitude mais intimidadora e agressiva do funcionário Delta de Orlando. Quanta falta de respeito, pois eu somente fiz uma pergunta.

    Esse povo da Delta nos trata como lixo. E ainda temos que passar sustos e medo com aviões velhos, cheios de defeitos, falta de conforto e falta de educação dos comissários. O barato saiu muito caro.

    Delta, nunca mais!

    1. bom saber isso sobre a DELTA AIRLINES…… eu que coloquei-a até no meu face book, por ter gostado da viagem que fiz em 2011 – eu estou indo novamente, e ja estava fazendo cotas pela propria DELTA, depois destes depoimentos, nao mais o farei….. como dizem as vezes a educaçao de um simples funcionario, leva o nome da empresa a crescer entre os clientes no mundo todo…. e tambem a falta de gentileza e tratamento adequado de um unico funcionario, faz com que a empresa perca muitos clientes…. pois hoje em dia a ( educaçao, gentileza, um sorriso, paciencia são itens importantissimos para o crescimento de boas , grandes, ou pequenas empresas.
      Agradeço por postarem comentarios que nos ajuda muito a escolher o melhor pra nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.